Defensoria Pública realiza audiência pública em Baixo Guandu com vítimas do rompimento da barragem de Fundão nesta quarta (28) (27/09/2016)

O Grupo Interdefensorial do Rio Doce (Gird) realiza, nesta quarta-feira (28) audiência pública na comunidade de Mascarenhas, em Baixo Guandu, com vítimas do rompimento da barragem de Fundão. No local será instalado escritório para realização de acordos de indenização pela empresa Samarco.

A audiência pública estava programada para acontecer na última quarta-feira, na Escola Aladia Trindade Paiva, com previsão de participação de 200 pessoas. Contrariando as expectativas e demonstrando grande mobilização da comunidade, logo no início da audiência pública, o pátio da escola encontrava-se lotado, existindo ainda dezenas de pessoas na porta sem conseguir acesso ao local.

Para evitar prejuízo à participação popular, o Grupo Interdefensorial e os representantes da comunidade decidiram remarcar a audiência pública para esta quarta (28), na quadra da comunidade, local indicado pelos presentes como adequado para suportar tamanho contingente de interessados. Participarão da audiência defensores públicos do Estado do Espirito Santo, defensores públicos da União, representantes da sociedade civil e do movimento de atingidos por barragens.

Na última semana, a população impactada compareceu em peso nas audiências públicas. Em Povoação, Linhares, estima-se que mais de 1,2 mil pessoas compareceram ao Ginásio Osmar Marques e Silva, enquanto que, em Regência, 300 pessoas.